fbpx

10ª LIVE ABGP | TURBIDITOS: TEORIA E APLICAÇÃO NO SISTEMA PETROLÍFERO

Caros colegas e amigos da Comunidade de Geólogos do Petróleo, apresentamos mais um grande evento de geologia totalmente gratuito e 100% online.
Nossa próxima live será no dia 15 de JULHO, às 17h30.
Em 2009, antes de começar a produção no Pré-Sal, aproximadamente 90% de toda a produção brasileira de hidrocarbonetos era nos reservatórios turbidíticos. A importância dos turbiditos é atualmente colocada em evidência, principalmente, com as importantes descobertas nas bacias de Sergipe, África e Guianas.

Nessa apresentação aborda-se alguns conceitos e considerações sobre um modelo de um fluxo turbidítico ideal, discutindo também, os fatores que podem alterar esse fluxo.Como exemplo usam-se os turbiditos da Formação Marnoso-arenacea, aflorante nos Apeninos italianos, e alguns exemplos do Arenito de Annot (França), Grupo Salinas (MG), Fm Maceió (AL) e Fm Itajaí (SC). Ao final discute-se as relações entre as bacias de antepaís e as da margem leste brasileira.

Palestrante:

PIERRE MUZZI MAGALHÃES
Nasceu em Santa Maria de Itabira (MG) em 17/01/1961. Geólogo formado pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) em 1986 e com mestrado em Geologia Estrutural pela Universidade Federal de Outro Preto (UFOP) em 1989, sob a orientação dos professores Dr. Farid Chemale Júnior e Dr. Fernando Flecha Alkmim. Em 2009, terminou o doutorado em Estratigrafia e Sedimentologia pela Universidade de Parma, Itália, sendo orientado pelos professores Dr. Emiliano Mutti e Dr. Roberto Tinterri.
Trabalha na Petrobras há 32 anos, tendo iniciado em Macaé (RJ), em 1989 como geólogo na área de Interpretação Exploratória da Bacia de Campos. Transferido para o Rio de Janeiro em 1999, atuou como intérprete das bacias de Campos, Santos e Espírito Santo. Entre 2001 e 2010 foi Consultor Técnico e Consultor Sênior na Exploração. A partir de 2010 atuou como gerente da área de Estratigrafia e Sedimentologia e na Interpretação dos Ativos Mar, Margem Leste. Atualmente é Gerente de Análise de Bacias da Exploração.
MODERADORES:
SYLVIA MARIA COUTO DOS ANJOS
Geóloga pela UFRJ, com Mestrado e Doutorado pela University of Illinois.MBA pela FGV e especialização administrativa/gerencial pela Fundação Dom Cabral, INSEAD na França eKellogg School nos USA.Atuou como Pesquisadora e Gerente de Pesquisa no CENPES/PETROBRAS na área de Exploração e Reservatórios por mais de 20 anos. Gerente Geral de Geologia aplicada a Exploração atuando na transformação cultural do conhecimento deturbiditos dos campos gigantes da Bacia de Campos para carbonatos das descobertas dossuper gigantes do Pré-sal. Gerente Geral Deputy de Tecnologias Aplicadas no Consórcio de Libra por 4 anos sendo responsável pelo Programa Libr@digital desde 2017. Atua como Business Advisor do Downstream e Gas&Energia na implantação da TD nos negócios de Gás &Energia.
Foi presidente por 2 termos na ABGP e também vice-presidente da AAPG Latin America.Membro e co-fundadora do Comitê de diversidade do IBP desde 2018.
Acesse o LinkedIn
ALMÉRIO BARROS FRANÇA
Geólogo (Universidade de Brasília –1974) Doutorado (Universidade de Cincinnati, em 1987).Iniciou carreira na Petrobras em 1975 na RENOR, no Tapanã. Trabalhou 4 anos no IPT no Projeto Paulipetro. Retornou a Petrobras para o DEBAR em Natal em 1987. Nos últimos anos na empresa foi gerente da MSP e da GESEP no Cenpes.Aposentou-se em 2012 e atualmente é Professor Colaborador na UFPR em Curitiba.
JOÃO CLAUDIO DE JESUS CONCEIÇÃO
Formado em Geologia pela UFRJ em 1977;Mestrado em Geologia Estruturalpela UFRJ em 1992;MBA em Gestão para Diretores pela FGV em 2001.Trabalhou na Petrobras por 39 anos, sendo metade desse tempo no CENPES, participando e coordenando vários projetos de pesquisa em Exploração, e metade naEXPLORAÇÃO, onde liderou as equipesde interpretação na campanha exploratória do Parque das Tartarugas no Albiano da Bacia de Campos, na UN-RIO,e a campanha de águas profundas da Bacia de Sergipe-Alagoas, onde foram feitas as descobertas dos turbiditos do Cretáceo Superior que deram origemaos 6 Planos de Avaliação em andamento.Aposentou-se no final de 2016 e desde 2018 trabalha como Pesquisador Convidado na COPPE/UFRJ em projetos de pesquisa em Exploração e Inteligência Artificial.Tesoureiro da ABGP desde 2019

Sócios Corporativos

Ouro

eco

Prata

eunata

ABGP

Contato

E-mail: abgp@abgp.com.br
Telefone: (021) 97287-0948

Contato

X