fbpx

18ª live – O OLHAR GEOLÓGICO NA IMPLANTAÇÃO DAS TECNOLOGIAS SÍSMICAS NO BRASIL

NA PRÓXIMA QUINTA -FEIRA, 25 de NOVEMBRO de 2021 – às 17h30, A ABGP APRESENTA MAIS UM GRANDE EVENTO DE GEOLOGIA, TOTALMENTE GRATUITO E 100% ONLINE.

Nesta live será mostrado o roteiro tecnológico (roadmap) com as principais tecnologias sísmicas implantadas no Brasil. Como ênfase será destacado o papel dos principais desafios geológicos em diferentes bacias sedimentares, o olhar geológico, e que foi fundamental na valoração e na tomada de decisões para a implantação de uma determinada tecnologia sísmica em relação às disponíveis no mercado de O&G. Serão destacadas a introdução da sísmica 3D nas bacias marítimas (1978), sísmica 3D nas bacias terrestres (1988),  sísmica de poço, sísmica no assoalho oceânico (OBC), sísmica 4D em reservatórios turbidíticos (2005) e sistema de monitoramento sísmico permanente (PRM – permanent reservoir monitoring) em Jubarte (2011), sísmica circular no mar (2012), tecnologia NODES no pré-sal (2015), sísmica 4D em reservatórios carbonáticos (2017) e outros tecnologias.

 

PALESTRANTE

PAULO JOHANN

é atualmente Consultor Sênior de Reservatórios da Petrobras. Paulo possui mais de 40 anos de experiência técnica e gerencial na indústria do petróleo. Formou-se em geologia pela Universidade UNISINOS, Rio Grande do Sul, Brasil. Paulo recebeu seu D.E.A. e Ph.D. graduado em geofísica de reservatórios pela Universidade Sorbone (Paris VI), França. Sua carreira abrangeu atividades em aquisição geofísica, interpretação geofísica e geofísica de reservatórios. Paulo também é palestrante frequente em universidades brasileiras. Paulo tornou-se ativo na Sociedade Brasileira de Geofísica (SBGf), onde ocupou diversos cargos, incluindo a vice-presidência. Publicou e apresentou diversos artigos técnicos na SEG, EAGE, SPE, OTC e SBGf. Paulo foi nomeado o primeiro Conferencista Honorário da SEG da América Central e do Sul. Ele também atuou como vice-presidente da SEG. É membro ativo da EAGE, SEG, OTC e SPE.

MODERADORES:

Sylvia Anjos

Geóloga e Adm Empresas pela UFRJ, com Mestrado e Doutorado em Geologia pela University of Illinois.

MBA em Adm, Negócios e Marketing pela FGV.

Especialização administrativa/gerencial pela Fundação Dom Cabral, INSEAD na França e  Kellogg School nos USA.

Entrou na Petrobras em 1979, onde trabalhou por 42 anos.

Atuou em órgãos operacionais, P&D, Reservatórios, Gestão de Laboratórios, na exploração do Pré-Sal, entre outros.

Desenvolveu o programa pioneiro de TD para o “Libra-Asset do Futuro”.

Membro e co-fundadora do Comitê de diversidade do IBP desde 2018.

Foi presidente por 2 termos na ABGP e também vice-presidente da AAPG Latin America.

Atual Diretora de Relações Externas na ABGP.

Ana Moliterno

Geóloga formada pela UNESP – Rio Claro, S.P. (1983). Ingressou na Petrobras em 1984, para exercer o cargo de Geofísica.

É geofísica intérprete, com mais de 37 anos de experiência, ênfase em geofísica de reservatórios para caracterização sísmica de jazidas de petróleo e gás. Acumula realizações recentes para os campos gigantes de Búzios (full field), para o qual se dedica desde 2010, e Sapinhoá, onde atuou de 2009 a 2012, pré-sal da bacia de Santos. Tem atuado como referência técnica e prestou consultoria para demais campos do pré-sal das bacias do sudeste brasileiro. Em realizações anteriores, destaca-se sua atuação como geofísica para a caracterização de reservatórios dos campos de Mexilhão (Bacia de Santos) e Marlim Leste e Marlim Sul na bacia de Campos.

Cristiano Leite Sombra

 

Cristiano Leite Sombra, geólogo graduado pela Universidade Federal da Bahia em 1977, ingressou na Petrobras em janeiro 1978 onde atuou até fevereiro de 2021. Atuou em atividades ligadas a Reservatórios e a Exploração, em Aracaju e no Rio de Janeiro. Concluiu mestrado na Universidade Federal de Ouro Preto em 1987 em petrologia sedimentar. Desde 1987 atuou no CENPES, em atividades relacionadas com petrografia, modelos de previsão de porosidade, integração rocha-perfil-sísmica, petrofísica, dano a formação e, de 2007 a 2020, coordenou o Prosal, programa tecnológico para o desenvolvimento da produção dos reservatórios pré-sal.

Marco Schinelli

 

Geofisico, Consultor Sênior atuando pela Petrobrás em diversas atividades de E&P, desde 1980.

 

 

Sócios Corporativos

Ouro

eco

Prata

eunata

ABGP

Contato

E-mail: abgp@abgp.com.br
Telefone: (021) 97287-0948

Contato

X