fbpx

8° Live ABGP | Província Petrolífera da Bacia de Sergipe: um ensaio sobre a Exploração Digital

Este webinar mostrará os principais resultados obtidos nas águas profundas da Bacia de Sergipe-Alagoas, nos Blocos operados pela Petrobras, as dificuldades encontradas no processo de exploração e o estudo regional que deu sustentação a toda a campanha exploratória.

Será apresentada uma visão atualizada do modelo de rifteamento do Atântico Sul, a norte do Complexo Vulcânico de Abrolhos, comparando esses resultados com os riftes da margem sudeste brasileira.

Seguindo esse conceito regional, serão indicadas as áreas com maior potencial exploratório na costa Leste, por semelhança tectono-sedimentar e evolutiva, com as águas profundas de Sergipe-Alagoas.

Em seguida será apresentado o conceito de “Exploração Digital” e as vantagens de sua aplicação para a diminuição do risco e dos custos exploratórios, em face da transição energética que se aproxima. A ferramenta de DHI baseada em atributos de inversão sísmica, guiada por inteligência artificial (Fluid Forecast Map), que é um dos alicerces da Exploração Digital, será apresentada na sua versão original e na versão composicional.

Finalmente, será mostrado um ensaio de comparação entre a Exploração Convencional e a Digital, aplicado aos Blocos Exploratórios sob concessão do Consórcio operado pela Exxon-Mobil, na Bacia de Sergipe-Alagoas, cujas atividades de perfuração estão previstas para iniciar no segundo semestre de 2021.

 
 
PALESTRANTE:
JOÃO CLAUDIO DE JESUS CONCEIÇÃO

Formado em Geologia pela UFRJ em 1977

Mestrado em Geologia Estrutural pela UFRJ em 1992

MBA em Gestão para Diretores pela FGV em 2001

Trabalhou no CENPES e na EXPLORAÇÃO da PETROBRAS por 39 anos

Desde 2018 trabalha como Pesquisador Convidado na COPPE/UFRJ

Tesoureiro da ABGP desde 2019

 
MODERADORES:
 
SYLVIA MARIA COUTO DOS ANJOS

Geóloga pela UFRJ, com Mestrado e Doutorado pela University of Illinois.MBA pela FGV e especialização administrativa/gerencial pela Fundação Dom Cabral, INSEAD na França e  Kellogg School nos USA.

Atuou como Pesquisadora e Gerente de Pesquisa no CENPES/PETROBRAS na área de Exploração e Reservatórios por mais de 20 anos. Gerente Geral de Geologia aplicada a Exploração atuando na transformação cultural do conhecimento de  turbiditos dos campos gigantes da Bacia de Campos para carbonatos das descobertas dos  super gigantes do Pré-sal. Gerente Geral Deputy de Tecnologias Aplicadas no Consórcio de Libra por 4 anos sendo responsável pelo Programa Libr@digital desde 2017. Atuou como Business Advisor do Downstream e Gas&Energia na implantação da TD nos negócios de Gás &Energia.

Foi presidente por 2 termos na ABGP e também vice-presidente da AAPG Latin America.

Membro e co-fundadora do Comitê de diversidade do IBP desde 2018.

LUCIANO SEIXAS CHAGAS

Geólogo/Geofísico

BSc na UFBA em 1973, com MSc na UFRGS 1995.

Mais de 40 anos de experiência na exploração e explotação de bacias sedimentares em todo o mundo. Atuou na área dos reservatórios não convencionais quando na Petrobras (31 anos) e em atividades de consultoria, para diversas companhias como VALE, Immetame Sonongol, Odebrecht O&G entre outras. Participou da fundação da Barraenergia como diretor nas áreas de exploração e avaliou a compra dos ativos dentre os quais a acumulação de óleo de Carcará, uma das mais importantes do Pré-Sal.

Hoje é consultor independente e tem mais de 100 trabalhos publicados, em diversas revistas nacionais, internacionais e em congressos, além de lecionar, em universidades brasileiras e alhures e no IBP.

SERGIO LUCIANO FREIRE
Geofísico com mais de 38 anos de experiência,  tendo trabalhado na Petrobras com processamento e interpretação de dados sísmicos em projetos de E&P.
Gerente de  Processamento e Interpretação Sísmica nas Bacias do Recôncavo, Tucano e Camamu na Bahia  entre 1995 e 2002, tendo participado de descobertas de óleo e gás, com destaque para o Campo de Manati na Bacia de Camamu.
Gerente de Exploração na Bacia de  Sergipe-Alagoas entre 2002 e 2013, com participação em descoberas do Campo de Gás de Anambé em Alagoas, do Campo de Piranema nas águas produndas de Sergipe e das recentes descobertas nas águas ultra-produndas do litoral sergipano.
Doutor  em Geofisica pela Universidade Federal da Bahia em 1986.
No ano de 2019 integrou-se ao Centro Potiguar de Geociências – CPGeo, onde atua como sócio Diretor Técnico.

Sócios Corporativos

Ouro

eco

Prata

eunata

ABGP

Contato

E-mail: abgp@abgp.com.br
Telefone: (021) 97287-0948

Contato

X